Oscar 2020
92nd Academy Awards
Data 9 de fevereiro de 2020
Organização Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
Local Teatro Dolby
Hollywood, Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Destaques
Maior número de prêmios Gisaengchung (4)
Maior número de indicações Joker (11)
Melhor filme Gisaengchung
Cobertura televisiva
Estação ABC
Duração 3 horas e 35 minutos[1]
Audiência 23,6 milhões[2]
Produtor Lynette Howell Taylor
Stephanie Allain
Diretor Glenn Weiss
Oscar 2019
Oscar 2021

A 92.ª cerimônia de entrega dos Academy Awards, ou Oscars 2020 (no original em inglês: 92nd Academy Awards), foi uma transmissão televisiva, produzida pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS), para premiar os melhores atores, técnicos e filmes de 2019. A cerimônia foi realizada no Teatro Dolby, em Los Angeles, Califórnia.[3] Depois de mais de uma década de realização das cerimônias do Academy Award no final de fevereiro, a 92.ª cerimônia de entrega dos Academy Awards foi realizada no início do mês, no dia 9 de fevereiro de 2020.[3][4] Durante a cerimônia, a AMPAS distribuiu prêmios em 24 categorias. A cerimônia foi transmitida nos Estados Unidos pela ABC, produzida por Lynette Howell Taylor e Stephanie Allain.[5] Devido ao sucesso do formato na edição de 2019, a cerimônia foi novamente conduzida sem um anfitrião.[6]

Em eventos relacionados, a Academia realizou a décima primeira edição do Governors Awards no Grand Ballroom da Hollywood and Highland Center em 27 de outubro de 2019, quando foram entregues os prêmios honorários.[7] A apresentação do Oscar Científico ou Técnico, que estava inicialmente marcada para ocorrer em 20 de junho de 2020, no Beverly Wilshire Hotel, em Beverly Hills,[8][9] foi adiada indefinidamente devido à pandemia de COVID-19.[10]

Na cerimônia, o filme sul-coreano Gisaengchung liderou a premiação com quatro prêmios, incluindo Melhor Filme, tornando-se o primeiro filme internacional a vencer a categoria.[11][12] 1917, dirigido por Sam Mendes, venceu três prêmios; Ford v Ferrari, Joker e Once Upon a Time in Hollywood venceram dois prêmios cada. American Factory, Bombshell, Hair Love, Jojo Rabbit, Judy, Learning to Skateboard in a Warzone (If You're a Girl), Little Women, Marriage Story, The Neighbors' Window, Rocketman, e Toy Story 4 venceram um prêmio cada.[13] A compositora Hildur Guðnadóttir consagrou-se como a primeira mulher a vencer a categoria de Melhor Trilha Sonora na premiação.[14][15] Com uma audiência de 23,6 milhões, foi a cerimônia menos assistida desde que o Nielsen SoundScan começou a acompanhar os registros de audiência.[2]

CronogramaEditar

Em 2018, o Conselho de Governadores da Academia votou pela mudança da cerimônia do final de fevereiro para o início de fevereiro.[3][4] A entrega dos "Governors Awards" ocorreu em 27 de outubro de 2019. O período de votação para definir os indicados iniciou-se em 2 de janeiro de 2020 e durou cinco dias, com o anúncio dos indicados sendo realizado seis dias após o término das votações, em 13 de janeiro. O almoço oficial dos nomeados foi realizado em 27 de janeiro, três dias antes do início da votação para definir os vencedores, que teve seu término em 4 de fevereiro. A cerimônia ocorreu em 9 de fevereiro de 2020, no Teatro Dolby, em Los Angeles, Califórnia.[3]

Vencedores e indicadosEditar

Bong Joon-ho, co-vencedor de Melhor Filme, vencedor de Melhor Diretor, de Melhor Roteiro Original e de Melhor Filme Internacional
Joaquin Phoenix, vencedor de Melhor Ator
Renée Zellweger, vencedora de Melhor Atriz
Brad Pitt, vencedor de Melhor Ator Coadjuvante
Laura Dern, vencedora de Melhor Atriz Coadjuvante
Taika Waititi, vencedor de Melhor Roteiro Adaptado
Josh Cooley, co-vencedor de Melhor Filme de Animação
Jonas Rivera, co-vencedor de Melhor Filme de Animação
Marshall Curry, vencedor de Melhor Curta-metragem
Hildur Guðnadóttir, vencedora de Melhor Trilha Sonora
Elton John, co-vencedor de Melhor Canção Original
Bernie Taupin, co-vencedor de Melhor Canção Original
Roger Deakins, vencedor de Melhor Cinematografia

No Oscar 2020, 53 filmes receberam 124 indicações.[16] Os indicados foram anunciados em 13 de janeiro de 2020, às 5h18 (13h18 UTC), no Samuel Goldwyn Theater da Academia, em Beverly Hills, pelos atores e produtores John Cho e Issa Rae.[17]

Vista-keditbookmarks.png Indica o ganhador dentro de cada categoria.
Vista-keditbookmarks.png Gisaengchung – Kwak Sin-ae e Bong Joon-ho

Vista-keditbookmarks.png Bong Joon-hoGisaengchung

Vista-keditbookmarks.png Joaquin PhoenixJoker como Arthur Fleck / Joker

Vista-keditbookmarks.png Renée ZellwegerJudy como Judy Garland

Vista-keditbookmarks.png Brad PittOnce Upon a Time in Hollywood como Cliff Booth

Vista-keditbookmarks.png Laura DernMarriage Story como Nora Fanshaw

Vista-keditbookmarks.png GisaengchungBong Joon-ho e Han Jin-won

Vista-keditbookmarks.png Jojo RabbitTaika Waititi

Vista-keditbookmarks.png Toy Story 4Josh Cooley, Jonas Rivera e Mark Nielsen

Vista-keditbookmarks.png Gisaengchung ( Coreia do Sul) – Bong Joon-ho

Vista-keditbookmarks.png American FactorySteven Bognar, Julia Reichert e Jeff Reichert

Vista-keditbookmarks.png Learning to Skateboard in a Warzone (If You're a Girl) – Carol Dysinger e Elena Andreicheva

Vista-keditbookmarks.png The Neighbors' WindowMarshall Curry

Vista-keditbookmarks.png Hair Love — Matthew A. Cherry e Karen Rupert Toliver

  • Dcera – Daria Kashcheeva
  • Kitbull – Rosana Sullivan e Kathryn Hendrickson
  • Mémorable – Bruno Collet e Jean-François Le Corre
  • Sister – Siqi Song

Vista-keditbookmarks.png JokerHildur Guðnadóttir

Vista-keditbookmarks.png "(I'm Gonna) Love Me Again" por RocketmanElton John e Bernie Taupin

Vista-keditbookmarks.png Ford v Ferrari – Donald Sylvester

Vista-keditbookmarks.png 1917Mark Taylor e Stuart Wilson

Vista-keditbookmarks.png Once Upon a Time in Hollywood – Barbara Ling e Nancy Haigh

Vista-keditbookmarks.png 1917Roger Deakins

Vista-keditbookmarks.png Bombshell – Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker

Vista-keditbookmarks.png Little WomenJacqueline Durran

Vista-keditbookmarks.png Ford v Ferrari – Andrew Buckland e Michael McCusker

Vista-keditbookmarks.png 1917Guillaume Rocheron, Greg Butler e Dominic Tuohy

Governors AwardsEditar

A Academia realizou sua 11.ª cerimônia anual do Governors Awards em 27 de outubro de 2019, onde foram entregues os seguintes prêmios:[18]

Oscar HonorárioEditar

Ver artigo principal: Oscar Honorário

Prêmio Humanitário Jean HersholtEditar

Filmes com mais indicações e prêmiosEditar

Apresentadores e interpretações musicaisEditar

Durante a cerimônia, personalidades da indústria cinematográfica foram convidadas para apresentar as categorias e interpretar entre as condecorações.[21][22]

ApresentadoresEditar

Nome(s) Função
Melissa Disney Anunciou a abertura do Oscar 2020
Steve Martin
Chris Rock
Anunciou a apresentadora Regina King
Regina King Apresentou a categoria de Melhor Ator Coadjuvante
Beanie Feldstein Anunciou a apresentadora Mindy Kaling
Mindy Kaling Apresentaram as categorias de Melhor Filme de Animação e Melhor Animação em Curta-metragem
Josh Gad Anunciou a apresentação de "Into the Unknown"
Kelly Marie Tran Anunciou os apresentadores Diane Keaton e Keanu Reeves
Diane Keaton
Keanu Reeves
Apresentaram a categoria de Melhor Roteiro Original
Timothée Chalamet
Natalie Portman
Apresentaram a categoria de Melhor Roteiro Adaptado
Shia LaBeouf
Zack Gottsagen
Apresentaram a categoria de Melhor Curta-metragem
Maya Rudolph
Kristen Wiig
Apresentaram as categorias de Melhor Direção de Arte e Melhor Figurino
Mark Ruffalo Apresentou as categorias de Melhor Documentário em Longa-metragem e Melhor Documentário em Curta-metragem
Mahershala Ali Apresentou a categoria de Melhor Atriz Coadjuvante
Anthony Ramos Anunciou o apresentador Lin-Manuel Miranda
Lin-Manuel Miranda Anunciou a apresentação de Eminem
Salma Hayek
Oscar Isaac
Apresentou as categorias de Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som
Utkarsh Ambudkar Anunciou os apresentadores Will Ferrell e Julia Louis-Dreyfus
Will Ferrell
Julia Louis-Dreyfus
Apresentaram as categorias de Melhor Cinematografia e Melhor Edição
David Rubin
(presidente da AMPAS)
Anunciou o apresentador Tom Hanks
Tom Hanks Apresentação especial do Museu da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
Zazie Beetz Anunciou a apresentação de "Stand Up"
James Corden
Rebel Wilson
Apresentaram a categoria de Melhores Efeitos Visuais
Sandra Oh
Ray Romano
Apresentaram a categoria de Melhor Maquiagem e Penteados
Penélope Cruz Apresentou a categoria de Melhor Filme Internacional
Taika Waititi Anunciou as apresentadoras Gal Gadot, Sigourney Weaver e Brie Larson
Gal Gadot
Brie Larson
Sigourney Weaver
Apresentaram as categorias de Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original
Spike Lee Apresentou a categoria de Melhor Diretor
Steven Spielberg Apresentou o segmento In Memoriam
George MacKay Anunciou a apresentadora Olivia Colman
Olivia Colman Apresentou a categoria de Melhor Ator
Rami Malek Apresentou a categoria de Melhor Atriz
Jane Fonda Apresentou a categoria de Melhor Filme

Apresentações musicaisEditar

A apresentação de "Lose Yourself", de Eminem, foi um segredo dos produtores da cerimônia. A canção foi nomeada à categoria de Melhor Canção Original no Oscar 2003, mas a Academia não permitiu que o rapper realizasse a performance da versão explícita da música; então, Eminem decidiu recusar a apresentação. Na cerimônia de 2020, a Academia permitiu que o rapper fizesse a apresentação da canção sem alterações, mas com censura sonora ao vivo de palavras inadequadas.[23][24]

Intérprete(s) Performance
Monáe, JanelleJanelle Monáe
Billy Porter
"Won't You Be My Neighbor?"
"Come Alive (The War of the Roses)"
"I'm Still Standing"
Idina Menzel
Aurora
Maria Lucia Heiberg Rosenberg
Willemijn Verkaik
Takako Matsu
Carmen García Sáenz
Lisa Stokke
Kasia Łaska
Anna Buturlina
Gisela
Gam Wichayanee
"Into the Unknown" de Frozen II
Chrissy Metz "I'm Standing with You" de Breakthrough
Eminem "Lose Yourself"
Randy Newman "I Can't Let You Throw Yourself Away" de Toy Story 4
Utkarsh Ambudkar "Oscars Recap Rap"
Cynthia Erivo "Stand Up" de Harriet
Elton John "(I'm Gonna) Love Me Again" de Rocketman
Billie Eilish
Finneas O'Connell
"Yesterday" (segmento In Memoriam)

CerimôniaEditar

Teatro Dolby, o local onde a cerimônia foi realizada.

Durante sua reunião de diretoria em abril de 2019, a Academia votou a renomeação da categoria "Oscar de melhor filme em língua estrangeira" para "Oscar de melhor filme internacional". Os filmes animados e documentários também seriam qualificados para o prêmio renomeado, mas os critérios restantes permaneceriam - exigindo que os candidatos tivessem a maioria de seus diálogos em um idioma diferente do inglês.[25][26]

A categoria de Oscar de melhor maquiagem e penteados foi expandida de sete finalistas e três nomeados para dez finalistas e cinco nomeados.[27]

Em 9 de janeiro de 2020, o presidente da ABC Entertainment, Karey Burke, revelou que pela segunda vez seguida a cerimônia não teria um apresentador, citando o sucesso do formato na cerimônia anterior (quando houve a retirada do comediante Kevin Hart da posição). Burke prometeu que a cerimônia seria uma representação de "grandes valores de entretenimento, grandes números musicais, comédia e poder das estrelas".[28][29]

Desempenho nas bilheterias dos filmes indicadosEditar

Bilheteria norte-americana (em dólares) dos Indicados a Melhor Filme
Filme Pré-indicação
(antes 13 jan.)
Pós-indicação
(13 jan. – 9 fev.)
Pós-premiação
(após 9 fev.)
Total Ref.ª
Joker $334,1 milhões $1,09 milhão $233 529 $335,4 milhões
[30]
1917 $39,7 milhões $89,9 milhões $25,6 milhões $159,2 milhões
[31]
Once Upon a Time in Hollywood $141,1 milhões $1,25 milhão $90 054 $142,5 milhões
[32]
Ford v Ferrari $111,4 milhões $4,84 milhões $1,21 milhão $117,6 milhões
[33]
Little Women $74,1 milhões $27,7 milhões $5,1 milhões $108,1 milhões
[34]
Gisaengchung $25,3 milhões $10,1 milhões $17,25 milhões $53,3 milhões
[35]
Jojo Rabbit $21,9 milhões $8,25 milhões $2,97 milhões $33,3 milhões
[36]
Marriage Story
The Irishman

No dia do anúncio dos filmes indicados, em 13 de janeiro de 2020, Joker assegurou a maior bilheteria entre os aparentes no Oscar 2020, totalizando 334,1 milhões de dólares em recibos de mercado doméstico,[30] cerca de 190 milhões de dólares a mais do que Once Upon a Time in Hollywood, o segundo colocado (141,1 milhões de dólares).[32] Em seguida, aparecem Ford v Ferrari (111,4 milhões de dólares),[33] Little Women (74,1 milhões de dólares),[34] 1917 (39,7 milhões de dólares),[31] Gisaengchung (25,3 milhões de dólares)[35] e Jojo Rabbit (21,9 milhões de dólares).[36]

Quarenta e oito indicações foram para 15 filmes na lista dos 50 filmes com maior bilheteria do ano. Apenas Toy Story 4 (5.º), Joker (9.º), Knives Out (15.º), How to Train Your Dragon: The Hidden World (16.º), 1917 (17.º), Once Upon a Time in Hollywood (20.º), Ford v Ferrari (22.º), Little Women (28.º) e A Beautiful Day in the Neighborhood (46.º) foram indicados para Melhor Filme, Melhor Animação ou qualquer um dos prêmios de direção, atuação ou roteiro.[37] Os outros 50 sucessos de bilheteria que ganharam indicações foram Avengers: Endgame (1.º), The Lion King (2.º), Star Wars: The Rise of Skywalker (3.º), Frozen 2 (4.º), Maleficent: Mistress of Evil (24.º) e Rocketman (33.º).[37]

Destaques e controvérsiasEditar

O show começou com uma rotina de comédia com Steve Martin e Chris Rock; após a cerimônia sem anfitriões do ano anterior, o vice-presidente de programação especial da ABC, Rob Mills, disse acreditar que era tradição abrir a cerimônia com um pouco de comédia antes de começar os prêmios.[38]

A performance de "Into the Unknown", de Frozen 2, contou com Idina Menzel e Aurora, acompanhadas por nove das atrizes internacionais dubladoras de Elsa do filme.[39] Atores promissores como Beanie Feldstein, Kelly Marie Tran, Anthony Ramos, Utkarsh Ambudkar e George MacKay foram usados ​​para introduzir alguns dos apresentadores veteranos, uma ideia dos produtores Lynette Howell Taylor e Stephanie Allain para destacar a inclusão na comunidade de Hollywood.[38]

James Corden e Rebel Wilson entregaram o prêmio de Melhores Efeitos Visuais vestidos em fantasias de gato para satirizar seus papéis principais em Cats – um filme muito criticado por seus efeitos visuais, entre outros fatores – e disseram à plateia: "Como membros do elenco do filme Cats, ninguém além de nós entende a importância de bons efeitos visuais."; Mills disse que Corden teve essa ideia.[38] No dia seguinte, 10 de fevereiro de 2020, a Visual Effects Society emitiu uma declaração criticando o ato de Corden e Wilson, comentando que "[os] melhores efeitos visuais do mundo não compensarão uma história mal contada".[40][41]

Outro destaque da cerimônia foi a performance surpresa de Eminem de "Lose Yourself", do filme 8 Mile (2002). A música foi indicada e ganhou a Melhor Canção Original em 2003,[42] mas Eminem se recusou a comparecer à cerimônia devido à sua falta de confiança de que a música realmente venceria, entre outros fatores.[43] A ideia de trazer Eminem de volta teve origem em Mills e na Academia, querendo manter um ato musical de "alta energia" alinhado com as performances de abertura de Justin Timberlake e Queen + Adam Lambert durante as edições de 2017 e 2019, respectivamente, além de encontrar uma maneira de dar a Eminem a chance de apresentar sua música vencedora. Além disso, Eminem encontrou a oportunidade oportuna, pois acabara de lançar um novo álbum, Music to Be Murdered By. A apresentação foi um segredo íntimo dos produtores da cerimônia, e Eminem teria a opção de abandonar o show, caso seu envolvimento na premiação fosse descoberto antes da ocorrência da mesma, e assim foi agendada sua performance no meio da cerimônia e não como um ato de abertura, para que, se ele desistisse, não teria interrompido o programa.[38][44]

Ao aceitar o prêmio de Melhor Diretor, Bong Joon-ho falou através de sua intérprete: "Quando eu era jovem e estudava cinema, havia um ditado que eu esculpia profundamente em meu coração, ou seja, o mais pessoal é o mais criativo". Ele então disse em inglês que essa citação tinha vindo de "nosso grande Martin Scorsese", o que levou o público a dar a Scorsese uma ovação entusiasmada.[45][46] Mais tarde, Bong confirmou em uma entrevista coletiva à imprensa sul-coreana que leu a citação de um livro escrito por David Thompson; Bong não mencionou o título do livro naquela época, mas acabou sendo Scorsese on Scorsese, co-escrito por Thompson e Ian Christie.[47]

Como Kwak Sin-ae, CEO da Barunson E&A e produtora de Gisaengchung, terminou seu discurso de aceitação de Melhor Filme, e Miky Lee, vice-presidente do conglomerado sul-coreano CJ Group e produtor executivo do filme, estava prestes a fazer o seu discurso, porém as luzes do palco se apagaram. A plateia – incluindo Tom Hanks, Rita Wilson, Charlize Theron e Margot Robbie, que estavam na primeira fila – implorou em voz alta que as luzes voltassem para permitir que Lee fizesse seus comentários.[48] É sabido que os discursos de aceitação geralmente são cortados devido ao tempo de execução mais longo do que o habitual dos Oscar. Na Coreia do Sul, surgiram dúvidas sobre se era apropriado que Lee fizesse um discurso de aceitação quando ela não fazia parte da equipe indicada para o Melhor Filme, que eram os produtores Kwak e Bong. Em resposta, Kwak escreveu em um post das redes sociais que foi combinado com antecedência que, no caso de Gisaengchung ganhar o prêmio de Melhor Filme, ela iria fazer um rápido discurso e Lee outro. Kwak também escreveu que Bong teve falta em discursos após vencer três categorias anteriores.[49][50]

Presença lusófonaEditar

A Academia Brasileira de Cinema submeteu o filme A Vida Invisível para a apreciação da Academia ao prêmio de Melhor Filme Internacional,[51] enquanto que a Academia Portuguesa de Cinema submeteu A Herdade,[52] entretanto, nenhum dos dois filmes foi indicado ao prêmio.[53] A AMPAS anunciou o documentário brasileiro Democracia em Vertigem, de Petra Costa, como um dos indicados na categoria de melhor documentário, porém American Factory superou o longa brasileiro e conquistou a premiação.[54]

Recepção, audiência e reaçõesEditar

Estima-se que 23,6 milhões de espectadores assistiram à cerimônia ao vivo, com uma classificação de 5,3 entre os principais espectadores demográficos. Representou uma queda de 20% em relação à cerimônia do ano anterior, tornando-a a cerimônia do Oscar menos assistida de todos os tempos. A cerimônia ainda foi classificada como a série de prêmios mais assistida da temporada de televisão de 2019-2020 nos Estados Unidos, já que a diminuição da audiência é um fenômeno observado em todas as séries de prêmios nos últimos anos. O Oscar 2020 também é um dos últimos programas ao vivo que foram ao ar nos Estados Unidos em meio à turbulência atual no calendário geral dos shows, devido à pandemia de COVID-19.[2]

A vitória de Gisaengchung em Melhor Filme foi bem recebida pelos críticos de cinema, que o consideraram um grande passo à frente na valorização popular do cinema internacional e na restauração da legitimidade da Academia. "A Academia deu o melhor filme ao melhor filme", ​​escreveu Justin Chang, do Los Angeles Times, que continuou dizendo que o corpo dos prêmios do filme estava "surpreso [...] ao reconhecer que o cinema de nenhum país tem o monopólio da grandeza".[55] Por outro lado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou a vitória de Gisaengchung em uma manifestação de campanha no Colorado em 20 de fevereiro de 2020, questionando por que um filme estrangeiro ganhou Melhor Filme;[56] seus comentários foram amplamente condenados como "xenófobos" e "racistas".[57] O distribuidor estadunidense do filme, Neon, respondeu twittando: "Compreensível, ele não sabe ler".[58]

In MemoriamEditar

A apresentação anual do segmento In Memoriam foi anunciada por Steven Spielberg, no qual Billie Eilish e Finneas O'Connell apresentaram "Yesterday".[59] O segmento omitiu nomes notáveis como Luke Perry, Sid Haig e Cameron Boyce na cerimônia ao vivo, apesar de uma lista mais extensa com a inclusão desses e de outros nomes estar presente no site da premiação.[60][61]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Adalian, Josef (10 de fevereiro de 2020). «This Was the Least-Watched Oscars Ever» (em inglês). Vulture. Consultado em 11 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2020 
  2. a b c Thorne, Will (10 de fevereiro de 2020). «Oscars Viewership Sinks to New Low With 23.6 Million». Variety (em inglês). Consultado em 11 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2020 
  3. a b c d «Key Dates for the 92nd Oscars Announced». Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. 5 de setembro de 2018. Consultado em 14 de junho de 2019 
  4. a b Wilkinson, Alissa (8 de agosto de 2018). «The Oscars are adding a category for "popular films"». Vox. Consultado em 14 de junho de 2019. A partir de 2020, o Oscar será realizado cerca de duas semanas antes do habitual. A cerimônia de 2019 realizou-se em 24 de fevereiro; a cerimônia de 2020 será realizada em 9 de fevereiro. 
  5. Pedersen, Erik (15 de novembro de 2019). «Oscars: Lynette Howell-Taylor & Stephanie Allain To Produce 92nd Academy Awards» (em inglês). Deadline.com. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  6. Gonzalez, Sandra (8 de janeiro de 2020). «Oscars will be host-free again» (em inglês). CNN. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  7. «THE ACADEMY TO HONOR GEENA DAVIS, DAVID LYNCH, WES STUDI AND LINA WERTMÜLLER AT 2019 GOVERNORS AWARDS». Oscars.org | Academy of Motion Picture Arts and Sciences (em inglês). 3 de junho de 2019. Consultado em 13 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2019 
  8. «AMPAS SCI-TECH AWARDS (THE ACADEMY'S SCIENTIFIC AND TECHNICAL AWARDS)» (em inglês). Shoot Online. Consultado em 1 de junho de 2020 
  9. Frazer, Bryant (11 de junho de 2019). «Academy Scientific and Technical Submissions Period Approaches» (em inglês). Studio Daily. Consultado em 1 de junho de 2020 
  10. Malkin, Marc (15 de junho de 2020). «Oscars 2021 Pushed Back by Two Months». Variety (em inglês). Consultado em 19 de junho de 2020 
  11. «South Korea's 'Parasite' beats Hollywood greats to make Oscar history» (em inglês). Reuters. 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 10 de fevereiro de 2020 
  12. Brzeski, Patrick (9 de fevereiro de 2020). «Oscars: Bong Joon Ho's 'Parasite' Makes History Winning South Korea's First Oscars». The Hollywood Reporter. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  13. «Oscars 2020: the complete list of winners». The Guardian (em inglês). 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 10 de fevereiro de 2020 
  14. «Oscars: 'Joker's' Hildur Gudnadóttir Becomes First Woman to Win Best Original Score». Hollywood Reporter. 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  15. «Hildur Guðnadóttir, First Female Oscar Score Winner in 23 Years, Tells Women 'We Need to Hear Your Voices'». Variety. 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  16. «Oscar Nominations 2020: See Full List of Nominees Here» (em inglês). Vanity Fair. 13 de janeiro de 2020. Consultado em 13 de janeiro de 2020 
  17. «Oscar Nominations 2020 Announcement Date & Time» (em inglês). Oscars. Consultado em 13 de janeiro de 2020 
  18. «THE ACADEMY TO HONOR GEENA DAVIS, DAVID LYNCH, WES STUDI AND LINA WERTMÜLLER AT 2019 GOVERNORS AWARDS». Academy of Motion Picture Arts and Sciences. Consultado em 14 de junho de 2019 
  19. «2020 Oscars - Winners & Nominees». Oscars.org 
  20. «2020 Oscars - Winners & Nominees». Oscars.org 
  21. «Oscars: Mahershala Ali, Olivia Colman, Regina King and Rami Malek to Present» (em inglês). The Hollywood Reporter. 21 de janeiro de 2020. Consultado em 29 de janeiro de 2020 
  22. Malkin, Marc (23 de janeiro de 2020). «Oscars: Elton John, Cynthia Erivo, Idina Menzel, Chrissy Metz and Randy Newman to Perform at Ceremony» (em inglês). Variety. Consultado em 29 de janeiro de 2020 
  23. «Oscars 2020: Watch Eminem's Surprise "Lose Yourself" Performance». Pitchfork. 9 de fevereiro de 2020. Consultado em 10 de Fevereiro de 2020 
  24. Aswad, Jem (9 de fevereiro de 2020). «Eminem Makes Surprise Appearance at Oscars, Finally Gets to Perform 'Lose Yourself'». Variety. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  25. Kay, Jeremy. «Academy leaves Netflix eligibility rule intact, changes name of foreign language category». Screen. Consultado em 14 de junho de 2019 
  26. Donnelly, Matt (24 de abril de 2019). «Netflix Can Chill: Academy Rules No Change in Streaming Oscar Eligibility». Variety. Consultado em 14 de junho de 2019 
  27. «Foreign Language Film Award Renamed 'International Feature Film Award'». Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. 23 de abril de 2019. Consultado em 14 de junho de 2019 
  28. Andreeva, Nellie (8 de janeiro de 2020). «The Oscar Telecast Won't Have Traditional Host For Second Straight Year – TCA» (em inglês). Deadline. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  29. Taylor, Derrick Bryson (9 de janeiro de 2020). «Who's Hosting the Oscars in 2020? No One». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 11 de janeiro de 2020 
  30. a b «Joker» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de maio de 2020 
  31. a b «1917» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de maio de 2020 
  32. a b «Once Upon a Time in Hollywood» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de maio de 2020 
  33. a b «Ford v Ferrari» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de maio de 2020 
  34. a b «Little Women» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 11 de maio de 2020 
  35. a b «Parasite» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 11 de maio de 2020 
  36. a b «Jojo Rabbit» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 11 de maio de 2020 
  37. a b «Domestic Box Office For 2019» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 3 de maio de 2020 
  38. a b c d Schneider, Michael (10 de fevereiro de 2020). «Oscars Telecast Secrets: Eminem Contingency Plan, Janelle Monae Opener, and That 'Cats' Gag». Variety (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 
  39. McPhee, Ryan (10 de fevereiro de 2020). «Watch Idina Menzel and 9 Fellow Elsas Sing Frozen 2's 'Into the Unknown' at the Oscars» (em inglês). Playbill. Consultado em 3 de maio de 2020 
  40. Donnelly, Matt (10 de fevereiro 2020). «VFX Society Slams Oscar Jokes About 'Cats,' Says CGI 'Will Not Compensate for a Story Told Badly'». Variety (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 
  41. «Visual Effects Society Releases Statement About 2020 Oscars» (Nota de imprensa). Visual Effects Society. 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 3 de maio de 2020 
  42. «"Lose Yourself" winning Best Original Song Oscar®-Oscars on YouTube» (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 – via YouTube 
  43. «Here's Why Eminem No-Showed the 2003 Oscars When He Won for 'Lose Yourself'» (em inglês). The Wrap. 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 3 de maio de 2020 
  44. Aswad, Jem (9 de fevereiro de 2020). «Eminem Makes Surprise Appearance at Oscars, Finally Gets to Perform 'Lose Yourself'». Variety (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 
  45. «'Parasite's Bong Joon Ho Praises Martin Scorsese, Quentin Tarantino Upon Accepting Oscar For Best Director» (em inglês). Deadline.com. 1 de abril de 2020. Consultado em 3 de maio de 2020 
  46. «Bong Joon-Ho Won Best Director Oscar and Shouted Out Martin Scorsese in His Acceptance Speech» (em inglês). GQ. Consultado em 3 de maio de 2020 
  47. 조준형; 이지안 (11 de fevereiro de 2020). «봉준호가 옮긴 '스코세이지 명언' 출처는?» (em coreano). Yonhap News Agency. Consultado em 3 de maio de 2020 
  48. «'Parasite' made history. Then the Oscars tried to cut their speech off.» (em inglês). Kare 11. Consultado em 3 de maio de 2020 
  49. 조재영 (12 de fevereiro de 2020). «곽신애 대표 "CJ 부회장 소감, 우리끼리 미리 정해놨다"» (em coreano). Yonhap News Agency. Consultado em 3 de maio de 2020 
  50. 유수경 (12 de fevereiro de 2020). «곽신애 대표 "이미경 부회장 작품상 소감, 사전에 정한 것"». Hankook Ilbo (em coreano). Consultado em 3 de maio de 2020 
  51. «A Vida Invisível, de Karim Aïnouz, está fora da disputa pelo Oscar». UOL. 16 de dezembro de 2019. Consultado em 3 de maio de 2020 
  52. «Filme "A Herdade" é o candidato de Portugal aos Oscars 2020». JN. 11 de setembro de 2019. Consultado em 3 de maio de 2020 
  53. «Oscar 2020 - Melhor Filme Internacional - Candidatos». Termo Metro Oscar. Consultado em 3 de maio de 2020 
  54. Joana Oliveira (10 de fevereiro de 2020). «'Indústria Americana' bate 'Democracia em Vertigem' e leva Oscar de Melhor Documentário». El País. Consultado em 3 de maio de 2020 
  55. Chang, Justin (22 de fevereiro de 2020). «It's just the Oscars — but my God, it matters that 'Parasite' won best picture». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 
  56. Stedman, Alex (21 de fevereiro de 2020). «Trump Mocks 'Parasite' Best Picture Win: 'What the Hell Was That All About?'». Variety (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 
  57. Grigg, Laura (21 de fevereiro de 2020). «Donald Trump launches 'xenophobic' attack on Oscar-winner Parasite». Newshub (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2020 
  58. «#Parasite #BestPicture #Bong2020» (em inglês). 20 de fevereiro de 2020. Consultado em 3 de maio de 2020 – via Twitter 
  59. Aswad, Jem (9 de fevereiro de 2020). «Watch Billie Eilish Perform the Beatles' 'Yesterday' at the Oscars». Variety. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  60. Rahman, Abid (9 de fevereiro de 2020). «Oscars: Luke Perry, Sid Haig Omitted From In Memoriam Segment». The Hollywood Reporter. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  61. Hayes, Dade (9 de fevereiro de 2020). «Oscars In Memoriam Snubs Luke Perry, Jan-Michael Vincent, Michael J. Pollard, More». Deadline Hollywood. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 

Ligações externasEditar