Future bass
Origens estilísticas
Contexto cultural
Subgêneros
Outros tópicos

Future bass é um termo genérico para música eletrónica com foco nos graves[1] com origens em meados de 2006 no Reino Unido, Estados Unidos, China, Japão e na Australia. É um género musical muito amplo, oferecendo uma grande variedade de sons e ritmos normalmente produzido por sintetizadores, ritmos urbanos e, por vezes, samples vocais.

CaracterísticasEditar

Future bass é descrito como evidenciando uma profunda bassline com sintetizadores diversos, de estilo "detuned", incluindo onda dente de serras e onda quadrada. As ondas sonoras são frequentemente moduladas usando automations ou oscilação de baixa frequência controlando o cutoff ou um audio filter (tipicamente o low pass ou filtro high pass), o que faz a onda sonora soar pesada ou suave. É comum a utilização de um tipo de "pestanejo" que causa a ascensão gradual do pitch.

O future bass se origina nos géneros trap, footwork e UK bass, todos populares nos anos 2010, tendo semelhanças com outras variantes de eletrónica também. Também é originário do ambiente post-dubstep no Reino Unido, sendo comparável ao chiptune e glitch hop e também ao electro-pop,[2] que justifica a influência do mesmo na música pop da última década.


Referências

  1. «O que é Future Bass afinal? (inglês)». Thump. Consultado em 24 de agosto de 2016. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2016 
  2. Lacy Bursick: "Daft Punk To Perform First Time Since 2014 And Flume Nominated For Both EDM Categories At Upcoming 2017 Grammys" citação 'My prediction is that Australian producer Flume will take the trophy (or actually Gramophone) this year because his genre-bending style fuses that future-bass sound that has become popular this year with electro-pop vocals and lyrics we all love' sobre„ iEDM